Lágrima-de-nossa-senhora: benefícios medicinais e curiosidades

Lágrima-de-nossa-senhora é uma planta medicinal mais recomendada para males dos rins. Mas ela conta ainda com um sentido religioso…o nome já dá pista, não é mesmo? Descubra os detalhes desta e de outras curiosidades no post de hoje!

A erva pertence à família das Poaceae, é nativa da América do Sul e muito comum em todo o território brasileiro. Além de ser usada no tratamento de doenças, serve para confecção de rosários.

Oficialmente, seu nome é Coix lacryma-jobi. Porém, o que não falta é apelido. Dá uma olhada em alguns deles: lágrimas de Cristo, capim-rosário capim-miçanga, capiá, capim-de-contas, capim-de-nossa-senhora, contas-de-nossa-senhora, contas, conta de lágrimas, lágrimas de São Pedro e lágrimas-de-jó.

Como você pode perceber, o nome curioso tem outras versões igualmente interessantes, dependendo do local onde a planta é encontrada.

A Lágrima-de-nossa-senhora tem porte herbáceo, parecido com o do milho, contudo, menor que este. Apresenta frutos em forma de cariopses, isto é, frutos secos, vulgarmente conhecidos como grãos (brancos, cinzas, amarronzados e cor de chumbo), lustrosos e muito duros, sendo a polpa branca do tamanho da ervilha.

As sementes de Lágrima-de-nossa-senhora são empregadas em rituais religiosos e na produção também de guias de santo. Sua história é ligada fortemente à população indígena, à cultura afro-brasileira e ao uso medicinal pelos caboclos.

Os princípios ativos do vegetal são resultantes de elementos como: leucina, ácidos graxos, proteínas, arginina, lisina, sais minerais (cálcio, fósforo, ferro); ácido mirístico, betacaroteno, histidina e coixol; alpha e beta sitosterol; coixans A e B, coixenólido; tirosina, riboflavina e niacina.

Folhas, raízes e sementes da Lágrima-de-nossa-senhora são matéria-prima para ornamentações diversas. Quanto às propriedades medicinais, cada parte da planta possui indicações específicas.

É o caso dos frutos, normalmente úteis por suas capacidades: diurética, antileucorreica, emoliente, antidiarreica, tônica, analéptica, depurativa, anti-hidrópica, nutritiva. Enquanto as folhas e colmos tendem a servir como antirreumáticos e excitantes (em uso externo) ou antiasmáticos e diuréticos (uso interno).

Mais uma razão para consultar um médico antes de iniciar um tratamento com ela…

Lembrando ainda que toda planta ou erva medicinal pode trazer em sua composição substâncias químicas com potenciais alergênico, inflamatório e intoxicante.

Atenção: este post tem função de informar. O conteúdo disponibilizado aqui não substitui consultas e remédios prescritos por dermatologista ou outra especialidade. Plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

No geral, a planta Lágrima-de-nossa-senhora pode ser usada no tratamento de espasmos musculares, beribéri, edema, abcesso pulmonar, enterite crônica, apendicite, dor nas mãos e pés (acrodinia), patologias com catarro e espasmos musculares e bronquiais; excitação dos nervos, febre, lombalgia, formação de pedras ou cálculos nas vias urinárias, inchaço, hiperglicemia, males dos rins e pneumonia lombar; resfriados, dores menstruais, anemia, cistite, ácido úrico aumentado, pele ressecada; articulações rígidas, excesso de sonolência e dificuldade de concentração.

Além disso, em alguns países, os frutos de Lágrima-de-nossa-senhora moídos e peneirados servem para produção de uma farinha comestível, usada na culinária.

Lágrima-de-nossa-senhora: usos e advertências

Uma das formas de preparo do chá de Lágrima-de-nossa-senhora, encontrada na internet, é a seguinte:

1. Coloque 200 ml de água para ferver
2. Assim que entrar em ebulição, desligue o fogo
3. Despeje uma porção pequena de sementes tostadas ou folhas secas da planta, dependendo da finalidade que deseja
4. Deixe descansar por alguns minutos, mantendo o recipiente fechado para a infusão funcionar adequadamente
5. Com ajuda de uma peneira, retire a erva da água e beba o chá

Importante: a Lágrima-de-nossa-senhora é contraindicada para gestantes, lactantes e crianças pequenas. Também não é indicado o uso prolongado, uma vez que ela poda causar efeitos colaterais. Entre os principais estão depressão respiratória e paralisia motora. Dependendo da intensidade, pode haver morte.

Cuide-se!

Até a próxima!

Leave a Reply