Chá Ayahuasca – o chá do Santo Daime

Você já ouviu falar chá ayahuasca, também conhecido como chá do Santo Daime? Sabe quais sãos os seus benefícios e qual a utilização desse chá? De onde ele surgiu e qual a sua maior utilização?

 

Acompanhe nosso artigo e saiba tudo sobre esse chá tão polêmico e com propriedades curativas.

 

O que é o chá ayahuasca

 

Também conhecido como o chá do Santo Daime, o chá ayahuasca é uma mistura de plantas da Amazônia: o cipó mariri (jagube) e folhas do arbusto chacrona (rainha). Este chá é o elemento principal utilizado em rituais xamânicos,  herdados da cultura indígena.  Na linguagem Quéchua, aya significa espírito ou ancestral, e huasca significa vinho ou chá.

 

Embora poucas pessoas tenham ouvido falar nessa bebida, ela já vem sendo usada há milhares de anos pelos pajés de várias tribos amazônicas do Brasil, do Peru e do Equador.

 

Após feita a bebida, ela possui um gosto amargo e de cor escura, mais puxada para tons marrons. Com efeitos alucinógenos, o principal efeito desse chá é que ele provoca alucinações e visões místicas, mas também possui alguns efeitos colaterais como vômito e diarreia.

 

Muito utilizada pelos índios da Amazônia, o chá ayahuasca é também utilizado pelas seitas religiosas Santo Daime e a União do Vegetal (UDV).  Em cada uma dessas seitas, os efeitos causados pela bebida recebem nomes diferentes. Para os adeptos do Santo Daime, é chamado de “miração”, o encontro com o sagrado. Já na União do Vegetal, seus efeitos são conhecidos por “burracheira”.  No entanto, independente do nome que se leve, os efeitos são os mesmos.

 

A descoberta do chá ayahuasca

 

Raimundo Irineu Serra, um seringueiro maranhense, conheceu esse chá através de curandeiros indígenas no meio da mata. A instrução que ele recebera foi para ir para a mata e jejuar. Após oito dias de jejum, sob efeito da ayahuasca, o seringueiro teve a visão de uma senhora. Ela teria se identificado como Nossa Senhora da Conceição. Nessa visão, ela teria passado os  ensinamentos da igreja que ele fundaria logo depois. Foi assim que nasceu a seita chamada Santo Daime, que nasceu em Rio Branco, no Acre.

 

A outra seita que também faz uso do chá ayahuasca, a União do Vegetal (UDV), é considerada a maior organização baseada no uso desse chá. Foi fundada em 1961 por José Gabriel da Costa, também um seringueiro, em Rondônia. Hoje, a seita conta com mais de 20 mil seguidores espalhados por todas as grandes cidades.

 

Em 2010 o uso ritual-religioso do chá ayahuasca foi regulamentado, tendo sido liberado o seu uso para fins religiosos.

 

O uso do chá ayahuasca contra depressão

 

A substância alucinógena dessa bebida provoca efeitos no cérebro que ainda não são totalmente conhecidos. Porém, estudos vêm sendo realizados com relação à utilização dessa bebida como coadjuvante no tratamento de depressão e de dependência química.

 

De acordo com essas pesquisas, descobriu-se que os princípios ativos mais importantes produzidos pela bebida são as betacarbolinas e a dimetiltriptamina (DMT). Essas substâncias atuam no nível de serotonina no cérebro. A serotonina é um dos neurotransmissores que causam sensação de bem-estar, regulando o humor.

 

 

chá ayahuasca

 

Contra indicações

 

O chá ayahuasca é contra indicado para pessoas com histórico de transtornos mentais ou sob efeito de bebidas alcoólicas ou outras substâncias psicoativas. É de caráter obrigatório que as seitas que fazem uso do chá ayahuasca exerçam rigoroso controle sobre o sistema de ingresso de novos adeptos.

 

Leave a Reply