Banho genital e seus benefícios à saúde

O banho genital é um método de hidroterapia antigo que vem sendo muito utilizada até hoje. A hidroterapia é o tratamento que é feito através da água, ou seja, utiliza-se a água de diversas formas como banhos, duchas, compressas, etc., para fins terapêuticos. A base da hidroterapia é feita com água nas temperaturas mais altas ou mais baixas.

A temperatura baixa da água, ou seja, a água fria, irá proporcionar um efeito estimulante. Já a água em temperaturas mais altas, ou seja, a água quente, irá proporcionar o efeito mais relaxante. O banho genital consiste na hidroterapia feita com água em temperaturas baixas.

Como integrante das práticas de hidroterapia mais eficazes, está, portanto, o banho genital. Isso porque se trata de um método terapêutico cuja eficácia tem sido cada vez mais constatada.

 

Para que serve o banho genital

 

Muito utilizado para curar diversos males, o banho genital trabalha estimulando os órgãos internos, bem como o estômago, os intestinos e os rins. Através desse banho também são ativadas e reforçadas as defesas do nosso organismo.

O banho genital também proporciona a ativação da circulação sanguínea e a energia corporal, uma vez que estão sendo trabalhadas as áreas genitais, onde se encontra o equilíbrio energético do corpo.

 

Como fazer o banho

 

banho genital

Você deverá encher uma banheira, bacia ou bidê com água fria. É muito importante que a água esteja realmente bem fria, garantindo seus efeitos terapêuticos. Se a água estiver morna ela não fará efeito algum.

Em seguida, procure sentar-se nessa água, preferencialmente com as pernas abertas. Com o auxílio de uma esponja ou mesmo de uma toalha, comece a fazer movimentos de fricção em toda a área genital e anal, como se estivesse fazendo o processo de limpeza.

Faça esses movimentos nas regiões íntimas e também em toda a parte externa, abaixo do umbigo. Não molhe nenhuma outra parte do corpo que não sejam as áreas mencionadas.

Esse banho deverá ter a duração de 30 a 60 segundos.  Ao final do banho, você poderá secar-se normalmente.

Esse banho pode ser feito todos os dias e, quanto mais dias você fizer, mais irá se acostumar à temperatura baixa da água, podendo ir aumentando o tempo do banho gradativamente. Você pode ir aumentando a duração do banho até chegar a um período de 15 a 20 minutos por banho.

Pode ser que, durante o banho, apareça algum tipo de irritação ou mesmo algum caroço na pele. Se isso acontecer, não se preocupe, pois trata-se de eliminação de impurezas e substâncias no organismo que está sendo feita através do processo.

É importante observar que quanto mais fria estiver a água e quanto maior for a duração do banho, melhores serão os resultados.

Que período do dia devo fazer o banho genital

 

O melhor período para se fazer esse banho é no período da manhã, em um horário bem antecedente ao que você costuma se levantar todos os dias. Levante mais cedo, faça o banho e, após enxugar-se, vista a roupa e volte para a cama novamente. Permaneça dessa forma por alguns minutos, até que seu corpo retorne à temperatura regular.

 

Quem pode fazer o banho genital

Não existe contra indicações quanto à prática do banho genital e, por causa de seus benefícios terapêuticos, ele pode ser realizado em qualquer caso de enfermidades.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *