Lágrima-de-nossa-senhora: potencial contra tumores

A vagem lembra uma lágrima, e suas sementes são utilizadas para criar rosários. Estou falando da planta medicinal Lágrima-de-nossa-senhora ou Coix lacryma-jobi. As propriedades terapêuticas dela incluem ações antitumoral, antiespasmódica, antirreumática e anti-inflamatória. Vem comigo saber mais!

Por motivos como estes, o uso popular fez dela uma opção natural contra tumores no abdômen e esôfago, câncer de pulmão, artrite reumatoide, inflamações nos dedos, verrugas e várias outras condições.

As indicações da Lágrima-de-nossa-senhora na medicina caseira ainda abrangem quadros de pneumonia lobar (infecção em somente um lobo), beribéri, apendicite, distúrbios da menstruação e abcesso pulmonar.

Graças a princípios ativos como coixenolide e coixol, a planta também oferece as propriedades: refrigerante, diurética, tônica, anódina, anti-helmíntica, antipirética, antisséptica, hipoglicemiante,
hipotensora e sedativa. O coixenolide, por exemplo, possui atividade antitumoral.

Para obter as propriedades medicinais, são utilizados frutos, raízes e sementes (sem o envoltório rígido) da Coix lacryma-jobi, que ainda conta com um sinônimo científico chamado Coix agrestis Lour.

Em geral, o chá das sementes cozidas de Lágrima-de-nossa-senhora é aproveitado para tratar verrugas. Enquanto a semente (sem casca) é considerada diurética, peitoral, antirreumática, tônica e refrigerante.

No Oriente, essas sementes são usadas na tentativa de curar principalmente úlcera de estômago, bursite, tumores, reumatismo, males nos rins e fígado, inflamações, diabetes e até mau hálito. Mas a planta acaba sendo um tipo “cura-tudo” por lá.

Acredita-se que as sementes de Lágrima-de-nossa-senhora estimulam a excreção de sujeiras de nosso organismo, resultando em um efeito purificador que contribui inclusive com o embelezamento da pele.

Os frutos do vegetal são empregados em medicamentos populares para inflamações nos dedos de pés e mãos. Eles são considerados anódinos, ou seja, capazes de aliviar a dor, entre outras funções já citadas.

A Lágrima-de-nossa-senhora é utilizada também em tratamentos de edemas, diarreia e dificuldade de urinar. Suas raízes costumam ser procuradas para combater desordens menstruais ou com finalidade anti-helmíntica.

Atenção: este post tem função de informar. Não substitui consulta e prescrições médicas. Plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

O uso excessivo das sementes da Lágrima-de-nossa-senhora pode provocar problemas nos órgãos genitais de homens e mulheres. A dosagem deve ser prescrita por um profissional. É desaconselhado o consumo indiscriminado da planta, assim como sua utilização prolongada.

Entre os efeitos adversos dela estão: paralisia motora, depressão respiratória. Nos casos mais severos, o vegetal pode levar à morte. Grávidas e nutrizes não devem ingerir Lágrima-de-nossa-senhora.

Lágrima-de-nossa-senhora: características e outras informações

Tudo indica que seu lugar de origem é a Índia. Pertencente à família das Poaceae, a planta fornece sementes ricas em óleos, carboidratos, proteínas, enzimas e sais minerais com potencial anticancerígeno.

A Lágrima-de-nossa-senhora é uma espécie perene que cresce até 1 metro; apresenta uma flor hermafrodita, isto é, com órgãos reprodutores de ambos os sexos, que é polinizada pelo vento.

O plantio dela é fácil e feito a partir das sementes. Delas, surgem pequenos pés parecidos com os de milho. E logo no primeiro ano as bagas aparecem.

O capim de Coix lacryma-jobi, que dá origem às sementes, é muito resistente. Costuma durar um ano e cresce praticamente em todo o Brasil, como erva daninha.

Dependendo do local em que é encontrada, a planta conta com nomes diferentes, entre eles capiá, rosário, capim-de-nossa-senhora, capim-miçanga, capim-de-contas, lágrimas de Cristo, conta de lágrimas, capim-rosário, contas-de-nossa-senhora, lágrimas-de-jó, lágrimas de São Pedro, camándula (espanhol), lágrimas de job, job’s tears (inglês), larme de job (francês) e hiobstränen (alemão).

Uma curiosidade: o apelido em inglês, job’s tears, é equivalente ao nome em latim, lacryma (lágrimas), por causa da aparência da vagem, semelhante à gota de lágrima.

Você já tinha ouvido falar da Lágrima-de-nossa-senhora ou aproveitado seus benefícios medicinais? Deixe seu comentário…

E até o próximo post!

Leave a Reply