Tanchagem: usos e benefícios para a saúde

A tanchagem é uma erva utilizada medicinalmente há muito tempo. Trata-se de uma planta de estatura pequena, capaz de crescer em praticamente todos os lugares. Em muitas culturas, aliás, é considerada um “praga”.

Há muito tempo, sua utilização divide-se entre um tempero e uma erva de cura em variadas culturas. Os nativos da América do Norte, por exemplo, utilizavam a tanchagem para cicatrizar feridas, tratar a febre e librar o corpo de toxinas, ferrões e mordidas venenosas – como a de cobras.

Saiba mais sobre a tanchagem, uma erva versátil que muita gente simplesmente ignora:

Benefícios da tanchagem para a saúde

Entre os benefícios atribuídos à erva, destacam-se desde sua utilização como antisséptico, até suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Ela é capaz de limpar e diminuir a dor em locais de picadas de insetos, além de prevenir infecções. Um de seus componentes ativos é um conhecido agente de aceleração da cicatrização. Seu efeito atua na promoção de regeneração do tecido da pele.

Além disso, a tanchagem possui um efeito adstringente, capaz de promover proteção contra diversos agentes adversos. É o caso de evitar excesso de secreções nos tratos respiratórios e digestivos. Desta forma, associa-se seu uso ao tratamento de resfriados e diarreias.

Em alguns locais, ainda, considera-se a tanchagem uma erva comestível. Ela é rica em cálcio e vitaminas – em especial a K. A presença de vitamina K é outra característica que explica o tratamento de cortes e feridas. Suas folhas geralmente são comidas em saladas, ou cozidas em refogados.

Cultivo e coleta da tanchagem

plantago_major_photo-e1269886392175

Embora tenha uso medicinal e seja bastante nutritiva, esta erva pode dar algum trabalho para ser mantida. Não que seja difícil plantar ou mantê-la em seu jardim – o contrário. A planta cresce de forma invasiva, sempre que possível. Muitas vezes, acaba tomando o espaço de outras plantas, o que pode ser um problema.

Por isso, se você conhecer um local onde possa colher as folhas, em vez de plantar diretamente em seu jardim, prefira utilizar este pé. Se preferir plantar seu próprio pé, dê preferência para um vaso isolado, para facilitar o controle.

Sua utilização medicinal e comestível concentra-se exclusivamente nas folhas. Por isso, recomenda-se que você retire apenas as folhas desejadas, em vez de todo o pé. Em geral, a recomendação é escolher as folhas um pouco mais maduras, pois elas são mais nutritivas. Se você pretende adicioná-las em uma salada, no entanto, as folhas mais maduras são duras. Neste caso, dê preferência para as mais claras.

Como utilizar a tanchagem?

Morning tea on table in two cups

Existem as mais variadas formas de aproveitar-se dos benefícios da planta. O uso mais prático é o de tratamento de picadas, mordidas, queimaduras e pequenos incômodos na pele. No caso de queimaduras, por exemplo, pode-se aplicar uma pasta feita com as folhas sobre o local, cobrindo delicadamente com bandagens.

A mesma pasta pode ser utilizada para estancar sangramentos e cortes na pele. Uma vez estancado, o corte pode ser lavado com o chá – já gelado – das folhas da planta, para prevenir infecções.

Um pouco da pasta das folhas pode ser aplicada sobre espinhas, por exemplo. Isso acelera o processo de cicatrização, também, em casos de aftas na boca.

Muitas pessoas utilizam a pasta fresca da tanchagem para lidar com queimaduras do sol na pele. Suas aplicação pode ser feita livre e generosamente sobre o local da queimadura.

Outra forma popular de aproveitar-se dos benefícios da planta está no chá. Uma ou duas xícaras de chá das folhas da tanchagem diariamente garante uma melhora nas funções dos rins e do fígado. Além disso, sua propriedade anti-inflamatória melhora a saúde do trato digestivo.

Cuidados e efeitos colaterais

Não há muitos efeitos colaterais atribuídos à tanchagem. Na prática, recomenda-se moderação na sua ingestão para pessoas que já consomem remédios relacionados a condições nos fígados e rins, para evitar o sobrecarregamento. Não há outras restrições conhecidas a respeito de seu consumo moderado.

Veja também:

Leave a Reply