Óleo de gergelim: usos e propriedades medicinais

Há muitos anos o óleo de gergelim tem sido usado com propriedades medicinais para cura de diversos males. Sua utilização vem desde a Índia antiga e seu poder curativo tem sido cada vez mais reconhecido com o passar dos tempos. Não é à toa que tem sido muito utilizado, inclusive, por médicos Ayuverda para tratamentos de diversas doenças crônicas como enxaqueca, hepatite e até mesmo a diabetes.

Óleo de gergelim

Mas, de onde vem seu poder curativo?

O óleo de gergelim é um poderoso antibacteriano para tratamentos da pele. Ele também possui função antiviral e um excelente anti-inflamatório natural. Pesquisas também apontam o óleo de gergelim como um potente antioxidante, podendo neutralizar a ação dos radicais livres nas células da pele. Quando utilizado sobre a pele, sua absorção é imediata, fazendo com que ele entre na corrente sanguínea. Dessa forma, também ajuda no tratamento do colesterol, aumentando os níveis de colesterol bom (HDL) e diminuindo os níveis do colesterol ruim (LDL).

Conheça alguns benefícios do óleo de gergelim

  • Ótimo protetor UV natural.
  • Regulador de crescimento celular
  • Proporciona às células do intestino delgado e cólon uma nutrição essencial
  • Elimina as bactérias que provocam a gengivite.
  • Cura de sinusite crônica.
  • Ajuda no tratamento da psoríase e doenças de pele seca.
  • Foi usado com sucesso no cabelo das crianças para matar infestações dos piolhos.
  • Benéfico na redução do inchaço e calmante às coceiras de hemorroidas.
  • Acalma as queimaduras após exposição ao sol.
  • Controla a caspa seca, matando as bactérias do couro cabeludo.
  • Protege a pele dos efeitos do cloro na água da piscina.
  • Quando sobre a pele, as moléculas do óleo de gergelim atraem para elas as moléculas de toxinas (solúveis em óleo) da pele, podendo ser eliminadas depois com água e sabão.
  • Controla infecções vaginais
  • Ajuda a manter a flexibilidade das articulações.
  • Mantém a pele macia e suave.
  • Regenera as áreas de cortes e abrasões.
  • Ele ajuda a apertar a pele facial, especialmente em torno do nariz, controlando o alargamento habitual dos poros – perfeito para limpeza.
  • Ajuda a controlar as erupções cutâneas e neutraliza os males que se desenvolvem na superfície e nos poros.
  • Protege a pele do bebê, especialmente na área que fica abafada pela fralda.
  • Sendo colocado em pouca quantidade no nariz, protege contra vírus e bactérias transmitidos pelo ar, como o resfriado.
  • Perfeito para ser usado como óleo de massagem, pois estimula a energia natural das articulações.

 

óleo de gergelim

Terapia do óleo de gergelim

Essa terapia é feita para eliminação de toxinas que acumulamos em nosso organismo através da má alimentação, de contaminações, medicamentos, etc. Assim sendo, essa terapia funciona como um processo complementar de desintoxicação.

Ao desintoxicarmos nosso organismo, estaremos melhorando a capacidade de cura de doenças crônicas em nosso corpo, ao mesmo tempo em que prevenimos de males futuros.

Essa terapia do óleo de gergelim (também feita com óleo de girassol), é uma técnica ayurvedica, e é muito indicada para casos de: enxaquecas, excesso de muco, sinusite, asma, problemas de pele, alergias, infecções na boca, problemas nas gengivas, placas dentárias, gengivite, dentes escurecidos, dentes frouxos, entre outros. Esse tratamento é feito com o bochecho do óleo.

Como fazer a terapia do óleo

Ao escovar os dentes, deve ser colocada 1 colher de sopa de óleo de gergelim cru na boca junto com um pouco de água. Deve ser feito um gargarejo por cerca de 15 a 20 minutos, garantindo que o óleo não seja engolido. Esse óleo, em contato com a saliva, ativa as enzimas que atraem toxinas do sangue.

Assim, o óleo não deve ser engolido, pois se tornou tóxico. Como o processo de bochecho, o óleo dentro da boca se torna mais fino e branco. Nesse momento então, deve-se cuspir esse óleo. Mas atenção, se você perceber que o óleo ainda estiver na cor amarelada, significa que o bochecho não foi feito pelo tempo necessário.

Depois de o óleo ter sido cuspido da boca, a mesma deve ser muito bem enxaguada por várias vezes. Para garantir um melhor enxague, você pode fazê-lo com uma mistura de 1 xícara de água morna com ½ colher de chá de sal e ½  colher de chá de bicarbonato de sódio. Após esse enxague, dentes, gengivas e língua devem ser cuidadosamente escovados. Após o enxágue, o óleo estará carregado de parasitas, toxinas e bactérias, e por isso não devemos engoli-lo.

Esse procedimento pode ser feito todos os dias, preferencialmente antes do café da manhã. Para acelerar algum processo de cicatrização, ele pode ser repetido três vezes ao dia, mas sempre antes das refeições e com o estômago vazio.

E então, viu como o óleo de gergelim pode ser uma verdadeira cura para o nosso corpo? Se gostou do texto, compartilhe com seus amigos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *