Lótus: usos e benefícios

A raiz de lótus possui uma grande quantidade de benefícios para a saúde. Isso ocorre em função de sua riqueza nutricional e das substâncias capazes de melhorar diversas funções do corpo. Entre elas, a melhoria da digestão, a redução do colesterol e a diminuição da pressão sanguínea.

Como o próprio nome indica, a raiz de lótus vem da flor de mesmo nome. Trata-se de uma planta aquática, com benefícios para a saúde e para a cultura asiática. Nos países orientais, era símbolo de pureza, inocência e beleza. Por isso, suas funções sempre tiveram um misto de aplicação prática e religiosa por lá.

A flor fica sobre a água de lagos e rios, enquanto suas raízes mergulham na água para sustentá-la. Suas sementes são conhecidas por serem poderosas – há registros de uma semente que foi capaz de germinar após 1300 anos dormente.

Em geral, utiliza-se tanto as raízes quanto a flor e as sementes da planta para o consumo humano. O mais popular é, sem dúvidas, a raiz. Ela é utilizada na culinária, como parte de pratos ou como um lanche rápido. Além disso, pode-se encontrar a raiz de lótus em pó, para utilização mais específica em tratamentos.

raiz_lotus_0

Componentes nutricionais da raiz de lótus

Muitos dos benefícios desta planta podem ser atribuídos à combinação rica de vitaminas, minerais e fitonutrientes. Entre eles, potássio, fósforo, cobre, ferro, zinco e vitaminas B6 e C; Além disso, a planta é rica em fibras e proteínas, o que torna sua ingestão como alimento muito útil.

Benefícios do lótus para a saúde

Entre seus principais benefícios para a saúde, destacam-se:

Circulação sanguínea

As raízes desta planta são uma ótima forma de estimular a circulação sanguínea pelo corpo. Os motivos para isso são óbvios: aumentar a oxigenação dos órgãos e, consequentemente, seu funcionamento e níveis de energia.

O ferro e o cobre contidos na raiz possuem concentração significativa e são essenciais para a produção de células vermelhas. Desta forma, é correto dizer que, além de atuar sobre a circulação sanguínea, o lótus ainda auxilia a prevenir a anemia.

Saúde mental

Os elementos contidos no grupo de vitaminas B interagem diretamente com receptores neurais do cérebro. Estes receptores influenciam no humor e no estado mental das pessoas. Desta forma, o lótus atua diretamente sobre o controle de irritabilidade, dores de cabeça e estresse. A flor de lótus costuma ser esteticamente associada à tranquilidade e à paz. É na raiz, no entanto, que você pode encontrar os componentes necessários para estes resultados.

Saúde digestiva

A raiz de lótus é rica em fibras e nutrientes. Isso significa que ela adiciona volume às fezes, o que estimula a movimentação dos intestinos. Desta forma, reduz os sintomas e a ocorrência de constipação, além de otimizar a absorção de nutrientes. Com um maior volume no bolo fecal, há mais área de contato para a retirada deste nutrientes, especialmente através de uma movimentação regular no intestino.

Saúde cardíaca

Além da presença de potássio, que é um vasodilatador natural, e da capacidade de controlar o colesterol, os componentes do lótus ainda são capazes de atuar diretamente sobre o risco de ataques cardíacos. Ataques cardíacos e derrames tornam-se comprovadamente menos prováveis com a ingestão regular desta planta.

Controle do peso

As raízes de lótus são uma boa opção para pessoas que tentam manter seu peso. Além de ser rica em fibras e nutrientes, ela possui uma baixa concentração de calorias. Isso faz com que você consiga uma alimentação rica sem a necessidade de acumular calorias. Adicionalmente, o lótus gera a sensação de saciedade, o que diminui os riscos de comer exageradamente.

Cuidados e possíveis efeitos colaterais

raiz_loto

O lótus não é alergênico e não costuma gerar efeitos colaterais. É importante ter cuidado, no entanto, se você optar por comer a raiz ainda crua. É possível que haja parasitas que só morrerão se forem cozinhados. Por isso, evite ingerir o alimento cru quando sua procedência não for conhecida.

Veja também:

Leave a Reply