Lespedeza: planta ornamental e medicinal; conheça aqui

Lespedeza é uma planta arbustiva da família Fabaceae, cujo fruto lembra a vagem. Nativa da China e Japão, possui propriedades medicinais variadas, além de beleza para enfeitar os ambientes. Descubra tudo isso e muito mais nos próximos parágrafos!

O nome científico é Lespedeza capitata ou, popularmente falando, lazpedeza, rébol americano. Esta árvore possui um fruto do tipo legume, folhas alternas e compostas.

Caule, folhas e raízes da Lespedeza podem ser utilizados com finalidades medicinais, sendo a planta rica em substâncias como flavonoides e taninos, atuantes contra altos níveis de colesterol ruim, entre outras possibilidades de tratamento.

As propriedades medicinais da planta fazem dela uma alternativa natural com poderes: hipocolesterolêmico, antidiarreico, diurético, antídoto, anti-inflamatório, tônico e cicatrizante.

Graças a estas e outras propriedades, o consumo da Lespedeza está associado ao combate de doenças e desconfortos variados, entre os quais os mais comuns são problemas renais, reumatismo, cistite, gota, uretrite, ureterite, edemas, pressão alta e obesidade acompanhada de retenção de líquidos.

Atenção: este post tem função de informar. O conteúdo disponibilizado aqui não substitui consultas e remédios prescritos por médico.

Também conhecida como round headed e bush clover, a Lespedeza capitata apresenta rápido crescimento, atingindo cerca de 2 m de altura e diâmetro de 3 m. Seus ramos longos e arqueados proporcionam um aspecto de cascata, perfeito para ser valorizado nos jardins isoladamente ou em fileiras.

Devido ao porte, é ideal em espaços amplos. E requer pouca manutenção, basicamente uma poda drástica no final do inverno e adubação na fase de crescimento e floração.

Para ganhar mais destaque, ela pode ser plantada sozinha em gramados caprichados, coroando pérgolas ou muros, além de embelezar canteiros centrais de avenidas. É interessante ainda em composição com espécies diferentes, especialmente em jardins de estilo cottage ou inglês.

Alguns detalhes que fazem da Lespedeza uma planta extremamente adequada ao paisagismo são as folhagens de textura fina, a forma pouco comum e a profusão de flores, que ocorre após o florescimento da maioria das espécies.

A floração da Lespedeza costuma despontar entre o final do verão e início do outono, deixando seus ramos repletos de inúmeras flores no tom cor-de-rosa escuro.

Lespedeza: como preparar infusão; advertências e cuidados

Uma das indicações enquanto planta medicinal é o chá de Lespedeza para evitar altos níveis de colesterol ruim. Adeptos da medicina alternativa também costumam recorrer a ela para combater hipertensão e disfunções nos rins.

Como usar a Lespedeza? Se a intenção é tratar problemas renais, colesterol alto e reumatismo, geralmente a dica é o extrato obtido a partir do caule do vegetal.

Para completar o tratamento dietético de quem sofre de colesterol alto, a infusão da planta também pode ser uma boa opção. Já situações como envenenamento encontram no chá feito da raiz de Lespedeza um antídoto simples.

Em minhas pesquisas na internet, encontre uma receita de infusão de Lespedeza para colesterol alto. Veja os ingredientes e modo de preparar a seguir:

Ingredientes

  • 1 colher (café) de Lespedeza
  • 200 ml de água

Modo de fazer

1. Em uma panela, despeje a água, a erva e leve ao fogo.
2. Quando o líquido levantar fervura, desligue.
3. Abafe o recipiente por cerca de 10 minutos.
4. Coe e beba.

Importante: plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

Entre as advertências e efeitos colaterais ligados ao chá de Lespedeza está a ocorrência de fortes dores de cabeça e distúrbios gástricos ao consumir doses elevadas da bebida.

E mais: ela deve ser evitada por pessoas com problemas sérios nos rins, úlcera ou gastrite. Indivíduos com hipertensão e transtornos cardiovasculares, principalmente, devem consultar um especialista caso desejem utilizar a planta.

Cuide-se!

Até a próxima…

Leave a Reply