Guaco: usos e benefícios

O guaco é um erva tipicamente jamaicana, que age sobre o sistema nervoso e sobre órgãos sexuais femininos. Além disso, é um tradicional antídoto para picadas de insetos venenosos, e um remédio para os sintomas do resfriado.

O guaco também costuma ser utilizado para banhar a pele para tratar a coceira. Esta finalidade é utilizada na cultura jamaicana de forma quase imediata, simplesmente esfregando as folhas sobre a pele para tratar os sintomas.

No resto do mundo, a erva jamaicana é utilizada desidratada, enviada para utilização a longo prazo. Conheça os benefícios do guaco, e quais são seus principais efeitos sobre o corpo:

O que é o Guaco jamaicano?

O guaco jamaicano é um planta nativa da ilha, com vinhas fibrosas, semelhantes a cipós. É uma das variáveis de uma planta chamada localmente de Mikania, que possui mais de 300 variedades.

Diversas destas variedades podem ser encontradas ao redor do Caribe, da América Central e do Sul. O guaco, especificamente, é capaz de atingir até dois metros de altura, e espalhar-se por mais de 2,5 metros lateralmente.

Suas raízes firmam-se no chão, e espalham-se verticalmente, apoiando-se em outras árvores ou objetos que o suportem. A planta apresenta folhas largas em formato de coração, que podem variar de um amarelo esbranquiçado, até um verde vivo. Seu aroma é bastante caraterístico, quando as folhas são amassadas ou cortadas. Suas flores possuem um aroma típico de baunilha.

Formas de utilização do guaco

cha-de-guaco

O guaco é a erva utilizada para fazer um típico chá de ervas jamaicano. Este chá é utilizado para tratar diversos tipos de condições.

Para o preparo do chá, basta ferver as folhas por alguns minutos, adoçando-as com mel ou açúcar, se o amargor não agradar seu paladar. Na cultura jamaicana, atribui-se seus efeitos à capacidade de amenizar diarreias e outros desconfortos no trato digestivo.

Outra forma de utilização é a aplicação direta das folhas de guaco frescas sobre a pele. Nestes casos,  os efeitos buscados incluem o alívio de dores, irritações e reações alérgicas na pele (especialmente as causadas por picadas de insetos).

Utiliza-se, também, o óleo que contém os componentes ativos das folhas – ou seu extrato – como uma forma de aplicação tópica para fins terapêuticos. Seus efeitos de cura, adicionados ao aroma agradável, tornam o guaco uma das principais escolhas para banhos aromatizados em banheiras, por exemplo.

Benefícios do guaco para a saúde

O chá feito com as folhas de guaco é utilizado como um remédio para tratar a diarreia, assim como para o tratamento de febre, tosses e problemas de cicatrização na Jamaica há muito tempo. Atualmente, estes efeitos passaram a ser utilizados amplamente ao redor de todo o mundo. Além disso, foram descobertos diversos outros efeitos de sua atuação.

Sabe-se, por exemplo, que o guaco auxilia na retirada de toxinas do sangue, assim como na melhora do processo digestivo e no fortalecimento do trato respiratório. Entre suas principais atuações sobre as vias respiratórias, destaca-se as melhorias sobre os efeitos da asma.

As folhas da planta também possuem efeito antisséptico, o que pode ser utilizado para a limpeza de feridas. Isso é especialmente útil para a prevenção de infecções em feridas. Seu efeito tópico também diminui dores localizadas em camadas mais externas da pele.

Veja também:

Leave a Reply