Ginseng: usos e benefícios

O chá de ginseng tornou-se extremamente popular na última década em função das descobertas a respeito de seus benefícios para a saúde. Entre a longa lista de ganhos, a prevenção do câncer, o a redução de cólicas menstruais, o combate à obesidade, a melhoria da digestão e do sistema imunológico destacam-se. Além disso, melhoras no sistema respiratório, propriedades anti-inflamatórias e melhoria na libido completam a lista.

A união destes efeitos e questões como o típico relaxamento do preparo de um bom chá popularizaram o ginseng rapidamente. Afinal, não há motivos para evitar uma erva que cura, acalma e ainda faz um chá delicioso. Apesar da popularidade recente no ocidente, a erva já é conhecida há muitos séculos na Ásia.

O chá é derivado da raiz da planta, rica em uma enorme quantidade de componentes naturais. São antioxidantes, vitaminas e minerais diversos que auxiliaram a tornar a bebida uma das opções exóticas mais interessantes do mercado.

Seu cultivo tradicional é feito na Índia, na China e no Japão. Atualmente, alguns países ocidentais já produzem a erva para fomentar o mercado de produtos naturais. Mais especificamente, os EUA e o Canadá tornaram-se, recentemente, grandes produtores da erva tipicamente asiática.

Embora o chá seja a forma de consumo mais popular, pode-se encontrar a raiz na forma desidratada ou em pó, para usos diversos. A intensidade de efeitos pode variar de acordo com a parte da planta utilizada para consumo.

Confira os principais benefícios do ginseng para a saúde, e de que formas esta erva pode melhorar sua qualidade de vida:

cha-ginseng

Benefícios do ginseng para a saúde

O chá de ginseng é benéfico para a saúde de duas formas essenciais. Em primeiro lugar, ele é extremamente nutritivo. Além disso, seus componentes são capazes de prevenir e curar diversas condições de saúde. Entre estas condições, destacam-se as seguintes:

Problemas menstruais

Obviamente, a menstruação não é, em nenhuma perspectiva, um problema. Em alguns casos, no entanto, o excesso de cólicas, dores variadas e sintomas exacerbados – especialmente quando as mulheres são mais jovens – podem virar um incômodo. O ginseng é capaz de amenizar estes efeitos, especialmente no que diz respeito às cólicas.

Baixa pressão sanguínea

Apesar de possuir um efeito capaz de relaxar, esta erva é considerada uma bebida forte. Um de seus efeitos é aumentar a pressão sanguínea e manter a pessoa ativa após a ingestão. Por isso, quem sofre de tonturas em função da pressão baixa pode beneficiar-se de uma xícara de chá.

Aumenta a atividade cerebral

Como um estimulante, este chá atua diretamente no sentido de estimular os neurônios. Isso aumenta a capacidade de concentração e o potencial cognitivo da pessoa. Uma xícara de chá de ginseng antes dos estudos, por exemplo, pode gerar uma melhoria de desempenho significativa.

Obesidade

Este chá ajuda no combate a obesidade em duas frentes que certamente auxiliarão você a perder alguns quilos. Em primeiro lugar, trata-se de um supressor de apetite. Desta forma, você simplesmente sente menos fome, seguindo a dieta com mais facilidade e não exagerando na dose. Além disso, é um acelerador de metabolismo eficiente. Desta forma, seu corpo consome mais energia e queima gordura mais rapidamente.

Disfunção erétil

Esta é uma das condições tratadas desde os tempos da China antiga pela erva. O ginseng possui efeitos afrodisíacos, o que aumenta a libido e gera ereções mais potentes, com maior facilidade.

Cuidados e possíveis efeitos colaterais

ginseng-beneficios-para-que-serve

Embora seja um produto natural com poucos efeitos colaterais, é importante consumir o ginseng de maneira moderada. Por ser um estimulante, assim como o café, seu consumo excessivo pode levar a dificuldades para dormir.

Pessoas com pressão alta também devem consultar um médico antes de adicionar a erva à sua dieta diária, para evitar riscos desnecessários.

Veja também:

Leave a Reply