Gervão: conheça uma de nossas ervas medicinais mais antigas

Uma erva brasileira abundante de Norte a Sul que há tempos é remédio para os índios e elemento de rituais religiosos. Gervão é o nome dela. Conheça hoje seus diversos usos, e muito mais! Vem comigo!

Ela surge nas restingas do litoral, em campos abertos; da caatinga ao cerrado. Medicinal das raízes às flores, a planta tem sua história registrada desde a primeira metade do século XIX, no tratamento de vários males. Diz-se até que foi uma das primeiras a serem utilizadas por aqui.

As aplicações da Gervão como medicamento natural são tão amplas quanto os locais de sua ocorrência. Muitas propriedades são atribuídas a ela em diversos lugares do nosso imenso Brasil.

Em alguns casos, é vulnerária, ou seja, serve para tratar feridas ou úlceras. Também é procurada para agir como estimulante, combater febre ou auxiliar na recuperação dos que sofrem contusões mais fortes.

As propriedades terapêuticas associadas ao vegetal incluem ainda as ações antibacteriana, analgésica, hepática, diurética e anti-inflamatória.

No meio científico, a planta é alvo de pesquisas por instituições como a Fiocruz, para controle da leishmaniose, graças à sua capacidade antifúngica, além de estudos sobre o efeito dela na mucosa do aparelho gástrico.

Na medicina caseira, duas formas de obter suas propriedades curativas são a infusão e o suco das folhas de Gervão. O chá é preparado, em geral, com 2 colheres (sopa) de flores e folhas frescas de Gervão em ½ litro de água. A infusão deve descansar, coberta, durante 10 minutos, e depois coada. Se a erva for seca, é indicado uso da metade desta quantidade.

O chá é popularmente empregado na busca por alívio de dores abdominais, cefaleia, amebíase, furúnculos, inchaço no baço, vitiligo, tumores, resfriados, hepatite, debilidade orgânica e prisão de ventre, além de a planta ser tradicionalmente usada para combater bronquite e soltar o catarro preso no peito.

Aliás, existe inclusive o xarope de Gervão, considerado por muitos um excelente remédio para tosse, rouquidão e outros males e desconfortos do aparelho respiratório.

Gervão: saiba mais sobre esta planta multiuso

Maceradas com sal, as folhas de Gervão costumam ser aplicadas em abcessos e furúnculos. E mais: quando cozidas, elas servem para favorecer a descida da menstruação. Acredita-se que, para esta finalidade, basta lavar a cabeça com a água da planta.

Já as raízes cozidas da erva tendem a ser aproveitadas com cicatrizante, sendo utilizadas em emplastro sobre feridas abertas. Contudo, o macerado de folhas e raízes (frescas) também é usado na medicina caseira sobre a pele para promover sua cicatrização.

Atenção: este post tem função de informar. Não substitui consulta e prescrições médicas. Plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

Importante: gestantes ou mulheres com suspeita de gravidez não devem consumir Gervão, uma vez que a planta possui efeito abortivo. Pessoas com pressão baixa também devem tomar cuidado, pois a erva conta com ação hipotensora, podendo acentuar a condição.

Outra recomendação é para os indivíduos com sensibilidade à aspirina, que podem sofrer alergia, porque a erva traz em sua composição traços de ácido acetilsalicílico. O ideal é evitar o consumo da planta.

Finalizando…

Uma plantinha bonita que cresce feito mato na beira de estrada, como você viu, pode colaborar com a nossa saúde. Mas, para isso, precisa ser identificada corretamente.

Para evitar confusão com outras ervas, é bom destacar que Gervão é uma Stachytarpheta cayennensis, da família botânica das Verbenaceae. Ela conta com uma infinidade de apelidos, dependendo do local em que é encontrada.

Por exemplo: verônica, gervão-roxo, vassourinha-de-botão, gervão azul, erva dos sumidouros, chá do Brasil, rinchão, aguarapondá, verbena, aguarapongá, verbena bastarda, verbena azul e verbena silvestre.

Com seus princípios ativos (saponinas, glicosídeos, mucilagens e taninos), a erva Gervão pode ser utilizada para combater uma gama de problemas, como você viu neste post. Aproveite suas propriedades medicinais!

E até o próximo artigo!

Leave a Reply