Chá de beladona: conheça os seus benefícios

O nome beladona significa “bela dama” e foi escolhido por causa de uma prática conhecida – e arriscada – na Itália. Há quem diga que o chá de beladona tenha sido usado historicamente na Itália para aumentar o rejuvenescimento da mulher, no entanto, por ser uma planta de alto teor de veneno, não se comprova a veracidade de tal informação.

No entanto, o chá de beladona, apesar de perigoso se consumido em excesso, ele pode contribuir para ajudar a combater diversos problemas de saúde. Saiba mais nesse artigo.

 

Um pouco sobre a beladona

Beladona, cujo nome científico é Atropa belladonna, é uma planta venenosa que tem sido usada como medicamento desde os tempos antigos. Chama-se “beladona” por causa das “mulheres bonitas” da Itália renascentista, que a usavam para beneficiar sua aparência.

No entanto, a beladona também é personagem de uma história mais sombria. Isso porque ela também é conhecida como um forte veneno. Por isso, conta-se que, na história de Romeu e Julieta de Shakespeare, a beladona foi o veneno que os matou.

Essa planta é nativa da Europa e de partes da Ásia, podendo crescer até 5 pés. Tem flores roxas e bagas escuras que são ligeiramente doces. Essa planta é tão tóxica que comer uma pequena quantidade de suas folhas ou bagas pode ser fatal para os seres humanos, especialmente crianças e alguns animais. Simplesmente tocar as folhas pode irritar sua pele.

 

Benefícios do chá de beladona

Embora amplamente considerada perigosa, a beladona é usada como um sedativo, para combater espasmos brônquicos na asma e crises de tosse. Também serve como um excelente remédio para combater a febre, cólica, enjoo e, inclusive, atuando como um excelente analgésico.

Em forma de pomada, a beladona pode ser aplicada sobre a pele para tratar a dor nas articulações (reumatismo), dor nas pernas causada por um disco na coluna vertebral que empurra o nervo ciático (ciática) e dor no nervo (nevralgia). Outra utilização da beladona é em forma de emplastros, que consiste em uma gaze com o extrato ou chá da beladona aplicada à pele.

Também pode ser benéfica para o tratamento de distúrbios psiquiátricos, assim como um distúrbio de comportamento chamado hipercinesia. Também combate a sudorese excessiva e asma brônquica. Outra funcionalidade da beladona é como componente de supositórios de hemorroidas.

Assim sendo, apesar de sua toxicidade, a beladona tem algum benefício medicinal. A exemplo disso temos os produtos químicos atropina e escopolamina, derivados da beladona, que têm propriedades medicinais importantes.

A atropina e a escopolamina têm quase os mesmos usos, mas a atropina é mais eficaz em relaxar espasmos musculares e regular a frequência cardíaca. Também é usado para dilatar as pupilas durante um exame oftalmológico.

A escopolamina tem muitas fontes, incluindo a beladona, e é mais eficaz na redução das secreções corporais, como o ácido do estômago. Assim sendo, o chá de beladona pode ser usado para tratar diversas condições como:

  • síndrome do intestino irritável
  • cólon espástico
  • úlceras estomacais
  • Mal de Parkinson
  • diverticulite
  • micção noturna excessiva
  • gripes e resfriados
  • tosse
  • dor de garganta
  • estado inflamatórios
  • dor nas articulações e nas costas
  • dor de ouvido
  • gota

 

Como fazer o chá de beladona

Como já vimos, o chá de beladona possui um forte teor venenoso. Assim sendo, o chá deve ser feito e consumido com moderação.

Para fazer o seu chá, você irá precisar de:

  • 2 xícaras de água
  • 1 colher (chá) rasa de beladona

Coloque a água no fogo até ferver. Tendo entrado em fervura, apague o fogo e acrescente as folhas de beladona. Tampe e deixe em infusão por cerca de 5 minutos. Após esse período, você pode coar e beber. Consuma 2 vezes ao dia.

 

Contraindicações

A beladona é contraindicada a gestantes e mulheres em fase de amamentação. Também é contraindicada a pessoas com problemas de insuficiência cardíaca congestiva, constipação, refluxo esofágico, febre, úlceras estomacais, infecções do trato gastrointestinal, hérnia de hiato, glaucoma de ângulo estreito, distúrbios psiquiátricos, batimento cardíaco acelerado (taquicardia), colite ulcerativa e dificuldade em urinar (retenção urinária).

 

chá de beladona

 

Leia também: Chá de xaxim

 

Este é um site de caráter informativo de pesquisas e notícias sobre métodos caseiros de tratamento. No entanto, as informações aqui contidas não substituem uma consulta médica.

Se você gostou do nosso artigo sobre o chá de beladona, não deixe de compartilhá-lo com seus amigos nas redes sociais. Ele pode ajudar muitas outras pessoas.  Obrigado por estar conosco! Até o próximo post!

Leave a Reply