Boldo Baiano: ações analgésica e anti-inflamatória; conheça

Boldo Baiano ou boldo da Bahia é uma planta africana que chegou ao Brasil na época da escravidão. Seu nome científico é Vernonia condensata, uma espécie encontrada em diversas regiões e cheia de benefícios medicinais – que você vai conhecer a partir de agora…

As indicações principais da erva são: combate a dores diversas (de cabeça, cólica menstrual, artrose, artrite); ação diurética em condições como infecções do trato urinário, cistite, cálculos nos rins ou bexiga; estimulante do apetite; males nos pulmões e coração; tosse; gota; sífilis; anemia; diarreia; anorexia; inflamações.

Acredita-se ainda que o Boldo Baiano seja eficaz no tratamento de azia, gastrite, distúrbios gastrointestinais e até ressaca, além de servir de antídoto para picadas de cobras.

Entre os componentes do boldo da Bahia está o glicosídeo esteroide chamado de vernonioside B, apontado como um dos princípios ativos com capacidade analgésica, encontrado no extrato da folha da Vernonia condensata.

O arbusto contém óleo essencial, tanino, frutose, carboidratos, flavonoides, ácido clorogênico, lactose, sacarose, saponinas e lactonas sesquiterpênicas.

As propriedades do boldo da Bahia são, basicamente: tônica hepática; diurética; digestiva; desintoxicante; depurativa; colerética; colagoga; aperiente; antibacteriana; antianêmica; analgésica.

Atenção: este post tem função de informar. Não substitui consulta e prescrições médicas. Plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

O consumo do Boldo Baiano é contraindicado para grávidas; a erva tende a causar aborto espontâneo. Em altas doses, Vernonia condensata pode irritar a mucosa estomacal.

Como você viu nos parágrafos anteriores, o Boldo Baiano é associado ao combate a diversas condições, algo no qual os escravos que o trouxeram para nosso país acreditavam fortemente. Para eles, a planta sempre foi considerada um remédio poderoso, especialmente em um tempo no qual não havia uma indústria farmacêutica como a de hoje.

Pertencente à família das Asteraceae, o boldo da Bahia espalhou-se pelo país e, dependendo da localidade, é encontrado com outros apelidos, entre os quais estão:

  • Acumã
  • Alomã
  • Alumã
  • Árvore do pinguço
  • Assa-peixe
  • Boldo africano
  • Boldo chinês
  • Boldo goiano
  • Boldo japonês
  • Cambará-guaçu
  • Fel de índio
  • Figatil
  • Luman

E mais: Vernonia sylvestris, Vernonia bahiensis e Vernonanthura condensata Baker são sinônimos botânicos da planta.

Boldo Baiano: características e dica de uso

A planta boldo da Bahia é quebradiça e muito ramosa, chegando a atingir cerca de 5 metros de altura. Conta com pequenas e esbranquiçadas flores dispostas em cachos, folhas alternadas levemente serrilhadas em tom verde-escuro e um tipo de fruto seco cuja semente é unida à casca por meio de apenas um ponto, como o girassol e a castanha-de-caju.

A erva é encontrada em lojas de produtos naturais e farmácias. Para obter as propriedades terapêuticas do arbusto, as folhas dele devem ser ingeridas em forma de chá. Geralmente, o preparo da bebida é feito com 4 folhas inteiras (4 colheres de sopa da planta triturada) e ½ litro de água.

Na internet, uma das opções de preparo do chá de Boldo Baiano diz para ferver os dois ingredientes durante 5 minutos, desligar o fogo em seguida e deixar o líquido amornar. Depois, é só coar e consumir a bebida. Além do chá, o vegetal pode ser utilizado em sucos.

Trazido pelos escravos durante o período colonial, o Boldo Baiano é, segundo algumas religiões afro-brasileiras, uma planta sagrada.

Além disso, a espécie Vernonia condensata integra a importante Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), que ajuda muita gente a ter mais saúde através de produtos reconhecidos e acessíveis economicamente.

Na medicina popular brasileira, o que não falta é recomendação de uso do extrato das folhas do boldo da Bahia, graças às suas propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. E hoje você ficou sabendo um pouco mais sobre a planta. Aproveite!

Até breve…

Leave a Reply