Benefícios da dolomita – o poderoso mineral para a saúde

Você já ouviu falar na dolomita? Você pode até nunca ter ouvido falar nesse nome, mas com certeza vai adorar conhecer todos os benefícios da dolomita e saber o que ela pode fazer em favor de sua saúde.

 

Portanto, se você quer conhecer tudo sobre esse poderoso mineral, acompanhe nosso artigo. Você irá se surpreender mais uma vez com o poder da natureza.

 

O que é a dolomita

 

A dolomita é um mineral que muito se assemelha à argila. Porém, ela possui uma textura mais fina e possui uma boa concentração de carbonato de sódio e magnésio. Seu uso medicinal vem desde a antiguidade, quando já era muito utilizada por chineses e babilônicos.

 

Sendo extraída das rochas calcárias, ela possui uma coloração branca e depois passa por um processo de filtragem para ser purificada. Esse processo é importante para eliminar as substâncias contaminantes e nocivas do mineral.

 

Após a filtragem, a dolomita pode ser utilizada para todos os fins a que seus benefícios favorecem. Para ser preparada para uso medicinal, a dolomita em pó é feita a partir da sua mistura com água (ou soro) até a obtenção de uma mistura bem pastosa. Seu uso para tratamento medicinal pode ser tópico ou por via oral.

 

benefícios da dolomita

 

Os benefícios da dolomita

 

Esse poderoso mineral possui muitos benefícios à nossa saúde, devido às suas diversas funções:

 

  • alcalinizante
  • anti-inflamatória
  • analgésica
  • calmante
  • remineralizante
  • descongestionante
  • tonificante
  • relaxante

 

O primeiro benefício que temos é no no trabalho e desenvolvimento muscular, participando do mecanismo de ação dos músculos. Isso faz com que a dolomita seja consumida por quem costuma fazer atividades físicas, pois ela aumenta em até trinta por cento a elasticidade muscular.

 

Para o estômago, ela possui ação benéfica ajudando no alívio da acidez estomacal, azia, dores estomacais, intoxicação alimentar e má digestão. Também é um excelente auxiliar contra diarreias e flatulências.

 

Por causa de suas propriedades anti-inflamatórias e tonificantes, a dolomita auxilia no tratamento de processos inflamatórios, agindo também como descongestionante e calmante. Além disso, também fortalece o sistema imunológico, normalizando o processo metabólico.

 

Outro benefício da dolomita é proporcionar alívio dos sintomas da TPM e cólicas menstruais. Ela também ajuda na reposição de cálcio e magnésio, por isso previne a osteoporose, mantendo os ossos saudáveis.

 

Um dos benefícios da dolomita também é aturar em favor do coração, pois as suas propriedades nutricionais promovem uma flexibilização arterial, melhorando a circulação do sangue. Portanto, pode ser consumida para controle da pressão arterial, bem como para evitar doenças como AVC ou infarto no miocárdio.

 

Nos cuidados com a boca, a dolomita é também usada para tratamentos da gengivite, afta e para a higiene oral.

 

 

 

 

Benefícios da dolomita para tratamento estético

 

Um dos grandes benefícios da dolomita está no uso estético. Uma de suas utilidades está no tratamento de problemas relacionados ao couro cabeludo, bem como: queda de cabelo, enfraquecimento capilar, seborreia e oleosidade. Além disso, também é ótimo para hidratação capilar.

 

Outro dos maiores benefícios da dolomita na estética também é o tratamento para a pele. Costuma-se aplicar máscaras faciais feitas a partir da mistura do pó com água, a fim e promover uma pele mais viçosa e hidratada.

 

O tratamento desse mineral para a pele permite um processo de revitalização, tonificação, relaxamento, cicatrização e até mesmo tratamento contra inflamações. Ela também auxilia no tratamento contra acnes, coceiras e assaduras. Outros benefícios para a pele consistem na prevenção de manchas, rugas, olheiras e até mesmo flacidez.

 

Além disso, é um poderoso remédio contra o sarampo, catapora e para auxiliar no alívio de dores de picadas de insetos. Pode ser aplicada sobre ferimentos, escoriações, mau cheiro nos pés, micoses e até mesmo após a depilação, evitando inflamação.

 

 

Dolomita em cápsulas

 

Para maior facilidade, é possível encontrar a dolomita em cápsulas, com uma composição de magnésio e cálcio.

 

 

Contraindicações

 

A dolomita é contraindicada para pessoas com insuficiência renal e para quem tem hipersensibilidade aos ingredientes da sua fórmula. De maneira geral com o uso o correto os efeitos adversos são raros, mas é muito importante consultar o médico antes da sua utilização.

 

É necessária consulta médica antes do consumo da dolomita por crianças, gestantes e mulheres em fase de amamentação.

 

 

E, então, esse artigo sobre os benefícios da dolomita foi útil para você? Se gostou, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais.

Salvar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *