Banho frio para baixar a febre: será que funciona?

Diante de estados febris, é muito comum ouvirmos falar em banho frio para baixar a febre. Mas será que esse tipo de procedimento é aconselhável para baixar a temperatura do corpo?

 

O que é a febre

 

A febre nada mais é do que um mecanismo de defesa do corpo, fazendo com que o mesmo eleve a sua temperatura acima de 37,5ºC. No entanto, nem sempre a febre é sinal de infecção, pois existem outros fatores que podem induzi-la. Estes podem ser inflamações, medicamentos e até mesmo o excesso de sol.

 

Com esse mecanismo de defesa, o corpo busca combater agressores que estão provocando algum tipo de problema. Portanto, a febre é um sinal de alerta de que alguma coisa não vai bem. Isso significa que a febre não é uma doença, mas sim um sintoma.

 

 

O que fazer em estados febris

 

Os médicos aconselham que, sendo diagnosticada a febre (a partir de 37,5ºC), deve-se fazer uso de antitérmicos, que são de venda livre nas farmácias. Ao contrário do que dizem, não é necessário fazer com que a pessoa sinta frio tirando todas as roupas ou colocando em um banho gelado para baixar a febre.

 

Se a pessoa estiver tremendo muito – um dos sinais de febre alta – é aconselhável que a baixa dessa temperatura ocorra de uma forma que não seja tão agressiva. O banho, por exemplo, não precisa necessariamente ser extremamente frio. Ele pode ser de frio a morno, desde que esteja em uma temperatura mais baixa do que o corpo, ou seja, em torno de 36ºC.

 

Um dos cuidados que devem ser tomados, segundo especialistas, é que o banho com água muito fria pode fazer com que a febre baixe muito. Com isso, existe um risco de que ocorram outros problemas, bem como infecções e até mesmo pneumonia.

 

 

Os erros que se cometem para diminuir a temperatura

 

Além do banho frio para baixar a febre que muitas pessoas acham que deve ser gelado, existem outros fatores que podem ser prejudiciais a quem está em estado febril. Veja alguns deles:

 

  • Banho gelado: além de desconfortável e desnecessário, oferece riscos de infecção e indução de uma pneumonia.
  • Álcool na banheira: ao ser colocado álcool no banho, ele irá evaporar de uma forma muito rápida, o que pode provocar uma intoxicação.
  • Tirar toda a roupa: Se a pessoa estiver tremendo muito, com muito frio e sentindo calafrios, isso é sinal de que ela precisa ser mais aquecida – só não em excesso. Portanto, evite tirar toda a roupa nesse momento.

 

 

Como deve ser o banho frio para baixar a febre

 

Como já vimos, é preciso evitar que o banho seja muito frio, pois isso pode acarretar em outros problemas. Portanto, quando falamos em banho frio para baixar a febre, na verdade, nos referimos ao banho cuja temperatura esteja mais baixa do que a do corpo – não necessariamente gelada.

 

Assim sendo, a temperatura ideal para esse tipo de banho é em torno dos 36ºC.

 

banho frio para baixar a febre

Outros procedimentos contra a febre

 

Além do banho morno, existem outros procedimentos que podem ser tomados na hora que a temperatura aumentar. São eles:

 

Compressa de água fria

Utilize uma toalha úmida ou até mesmo uma bolsa térmica em temperatura fria (não gelada). Faça essa compressa em algumas partes do corpo, como: virilhas, axilas, testa, tronco e membros.

 

Coloque a pessoa em repouso

Um dos fatores da febre é que ela acaba acelerando nossos batimentos cardíacos. Por conta disso, é preciso fazer com que a pessoa se mantenha em repouso, evitando assim uma sobrecarregar no organismo. Portanto, durante o estado febril é necessário evitar atividades que demandem muito esforço.

 

Use tecidos de algodão

Em estados febris, evite o uso de roupas com tecidos sintéticos ou qualquer outro que dificulte a absorção do suor. Por conta do suor que ocorre com a febre, é aconselhável que a pessoa use roupas de moletom ou algodão, para uma melhor ventilação.

Tome bastante água

A fim de evitar a desidratação, é necessário que a pessoa em estado febril tome bastante água.

 

.Cuidados com o uso medicamentoso

 

Embora os antitérmicos sejam de venda livre, é aconselhável que exista uma indicação médica para o consumo dos mesmos.

 

Além disso, é preciso estar bem atento a outros sintomas que podem surgir eventualmente junto com a febre. Alguns desses sintomas podem indicar outras doenças que podem ser ainda mais afetadas com o uso de determinados medicamentos. É o caso da dengue, por exemplo, em que devem ser evitados medicamentos à base de ácido acetilsalicílico.

 

Portanto, além dos procedimentos caseiros, é importante que se procure um médico para descobri a causa da febre, e fazer uma prescrição correta do tipo de medicamento que deve ser consumido.

 

Esse artigo sobre o banho frio para baixar a febre foi útil para você? Se gostou, compartilhe em suas redes sociais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *