Banho de contraste: o poder da terapia térmica

Nesse artigo, conheça todos os benefícios do banho de contraste. Saiba quais são as suas indicações e aprenda como fazê-lo em casa.

 

Você sabe o que é o banho de contraste?

 

Trata-se de um banho terapêutico com técnica fisioterápica a fim de promover uma alternância entre a dilatação e a constrição dos vasos sanguíneos. Isso é feito através do uso intercalado de temperaturas da água, ora quente, ora fria. O que acontece com essa técnica é que os vasos sanguíneos se dilatam quando é aplicado calor, e se estreitam com a aplicação do frio. E é justamente essa mudança de calibre dos vasos sanguíneos que irá estimular a circulação.

 

Assim sendo, o aumento da circulação irá ativar todo o suprimento de oxigênio e nutrientes para as células do corpo, auxiliando na remoção de impurezas. Com esse processo, irá ocorrer um aumento do metabolismo da célula e aceleração do processo de cura da parte do corpo a ser tratado

 

Dessa forma, uma das indicações do banho de contraste é para tratamento de lesões articulares, principalmente quando já existe evidência do edema. Através dessa técnica é possível realizar uma espécie de drenagem do edema, que é indicada para as lesões das articulações bem como punho e tornozelo.

 

Mas o banho de contraste também é indicado para vários outros tratamentos, bem como:

 

  • Infecções, especialmente das mãos e dos pés
  • Lesões musculares e articulações
  • Artrite
  • Fraturas Ósseas
  • Edemas – inchaços devido à retenção de fluido
  • Infecções Localizadas
  • Dores de Cabeça
  • Doenças de vasos sanguíneos das pernas e pés

 

Como fazer o banho de contraste

 

Para fazer o banho de contraste são usados dois recipientes, como bacias, por exempplo. Observe que o tamanho de cada recipiente deve ser grande o suficiente para caber a parte do corpo afetada que passará pelo tratamento.

 

Em cada um dos recipientes deve conter uma quantidade de água quente e água gelada, respectivamente. É aconselhável que a água quente atinja a temperatura de 40°C a 45°C. Já para a água fria, é aconselhável que a temperatura esteja em torno dos 15°C, ou seja, uma temperatura gelada, mas suportável. Use gelo para diminuir a temperatura da água.

 

Feito isso, coloque a parte do corpo que está afetada, primeiramente na água quente. Deixe em repouso por um período aproximado de 3 minutos. Passado esse tempo, alterne para o recipiente de água fria, permanecendo por um período de 1 a 2 minutos.

 

Esse procedimento deverá ser repetido por 3 a 5 vezes, sendo o último repouso na água fria. Ou seja, o processo é iniciado na água quente e finalizado na água fria. Essa terapia pode ser feita até 4 vezes ao dia.

 

Observe que, dependendo da área do corpo a ser tratada, o procedimento não será possível ser realizado através da imersão. É o caso de dores de cabeça, por exemplo. Em casos assim, faça o procedimento através da alternância de toalhas quentes e frias que deverão ser aplicadas como compressas no local afetado.

 

 

Alguns cuidados a serem tomados

 

Os recipientes devem ser desinfetados antes e depois do procedimento. Isso evitará que haja um aumento de estados infecciosos.

 

Não utilize água muito quente ou muito fria quando houver adormecimento ou em caso de doenças nos vasos sanguíneos das pernas e dos pés.

 

Evite fazer o procedimento quando houver sangramento, hemorragia ou tumores malignos na região afetada.

 

Em casos de tratamento feito com massagem, o último repouso deverá ser feito em água quente.

 

 

E, então, esse artigo sobre o banho de contraste foi útil para você? Continue nos acompanhando e receba muitas dicas de tratamentos naturais medicinais.

Ah, e não deixe de compartilhar o artigo com seus amigos nas redes sociais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *