Alcaçuz: usos e benefícios

A raiz de alcaçuz é amplamente conhecida como o principal ingrediente de doces de goma rígida e alguns licores. O que nem todas as pessoas conhecem, no entanto, é seu potencial como uma erva medicinal, capaz de solucionar diversos problemas de saúde, e prevenir outros tantos.

Cada vez mais, pesquisas clínicas demonstram os benefícios desta planta para a saúde, e seu uso populariza-se como uma possível solução para diversos problemas.

O alcaçuz é utilizado desde o Egito antigo, onde seu principal uso era para um chá. A este chá, era atribuído um status de “cura para todos os males”. Em seguida, ele foi adotado também pela cultura chinesa, tornando-se um dos principais chás da medicina tradicional.

A planta é nativa em diversos países da Europa e da Ásia e, por vezes, é considerada até mesmo uma praga em jardins e hortas. Há, no entanto, uma vasta lista de benefícios que esta “erva daninha” pode garantir a seus usuários.

Em especial, destacam-se os seguintes:

alcacuz-cortado_17455_41876

Melhoria da saúde gastrointestinal

Uma das principais utilização do alcaçuz sempre foi o tratamento de problemas gastrointestinais. Sua atuação inclui desde desintoxicação alimentar e azia até a recuperação após infecções e inflamações. As propriedades anti-inflamatórias da raiz diminuem os danos e recuperam as paredes do trato digestivo de maneira eficiente.

Limpeza do sistema respiratório

A raiz da planta também é recomendada para o tratamento de problemas respiratórios. Mais especificamente, a suplementação oral com seus nutrientes auxiliam na produção de muco saudável. Este muco consegue limpar e expelir impurezas e agentes nocivos para a saúde do indivíduo. O resultado final é a diminuição das chances do desenvolvimento de doenças respiratórias causadas por agentes que ficam presos nas vias.

Redução do estresse

Com o passar do tempo, o estresse deixa a glândula adrenal exaustas em função do trabalho constante para produzir adrenalina e cortisol. Com o auxílio de suplementação, a glândula pode diminuir a produção e ter seu equilíbrio restabelecido. Desta forma, o corpo recupera níveis saudáveis de cortisol, sofrendo menos os efeitos do estresse no organismo.

Favorecimento no tratamento de câncer

Alguns estudos com alcaçuz indicam que sua utilização pode, potencialmente, auxiliar o tratamento de câncer de próstata e mama. Isso não quer dizer, obviamente, que sua utilização substitua o tratamento convencional. Na prática, a raiz auxilia a reduzir os sintomas do tratamento convencional, além de supostamente acelerar a obtenção de resultados benéficos.

Proteção da pele e dos dentes

A utilização tópica de alguns tipos de gel à base de alcaçuz é recomendada para o tratamento de condições de pele. É o caso de eczemas, por exemplo. Neste tipo de tratamento dermatológico, os melhores resultados geralmente dizem respeitos a causas bacterianas. As propriedades bactericidas do alcaçuz combatem o problema de forma eficaz, gerando resultados rápidos. Pelo mesmo motivo, a medicina tradicional utiliza a planta para o tratamento dos dentes, eliminando bactérias nocivas.

beneficios-do-cha-de-alcacuz

Possíveis efeitos colaterais

Embora seja um produto natural razoavelmente seguro, é importante entender que o alcaçuz pode produzir efeitos adversos. Em primeiro lugar, é sempre necessário ter moderação em seu consumo. Seu excesso pode gerar baixos níveis de potássio no organismo. Isso pode gerar, entre outros problemas, fraqueza muscular.

A retenção de líquidos e as anormalidades metabólicas também são comuns quando seu consumo se torna excessivo. Efeitos resultantes desta anormalidade incluem batidas cardíacas irregulares e alta pressão sanguínea.

Além disso, ao consumir alcaçuz em formas diferentes da raiz desidratada, é importante certificar-se de que realmente é a planta. Em muitos produtos, utiliza-se simplesmente o sabor de alcaçuz, especialmente em soluções de consumo oral.

Mulheres grávidas ou lactantes devem evitar o consumo da planta. Embora não haja evidências de que o consumo  prejudique a gravidez, não há testes que garantam que ele seja seguro.

Veja também:

Leave a Reply