Agrimônia: ação anti-inflamatória é a principal; veja outras

Ela estreou no mundo das ervas medicinais como tratamento para problemas nos olhos. Agrimônia é uma planta da espécie Eupatoria, nome que faz referência a um antigo rei persa e renomado herborista: Mithrades Eurapator.

O que não falta é história sobre a Agrimônia, um vegetal empregado no passado até para produzir tintura amarela, em combinação com outros elementos. Vem comigo descobrir os segredos e potenciais dela no post de hoje!

Conhecida principalmente pelo combate às inflamações, a Agrimônia é uma planta medicinal nativa da Europa, América do Norte e Ásia temperada.

A Agrimônia é famosa especialmente entre as mulheres, de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, por ajudar a controlar o excesso de fluxo menstrual. O que é feito através da ingestão de seu chá.

Já na medicina europeia, sua utilização está mais associada ao tratamento de feridas, servindo de ingrediente da fórmula medicinal Eau de Arquesbusade.

Contudo, as propriedades da planta vão muito além destas mencionadas anteriormente. Graças à composição rica em flavonoides, polissacarídeos, ferro, vitaminas B e K, a Agrimônia é usada na tentativa de resolver ou aliviar diversos incômodos e enfermidades.

Sem falar que é uma variedade considerada importante remédio para o aparelho digestivo, uma vez que estimula as secreções do fígado.

Eupatória, erva-hepática e erva dos gregos são alguns dos apelidos dessa erva batizada cientificamente Agrimonia eupatoria.

A planta é utilizada no mundo inteiro como remédio alternativo para combater males tais como: inflamações na pele, inflamação da garganta ou da face, abcessos, amigdalite, angina, bronquite, cálculo renal, cistite, cólicas, laringite e diarreia. Estas são as principais condições identificadas com maior poder de ação da Agrimônia. Conheça mais:

  • Asma bronquial
  • Catarros bronquiais e intestinais
  • Conjuntivite
  • Dermatite pruriginosa
  • Doenças do sangue
  • Dores musculares
  • Enxaqueca
  • Erupções cutâneas
  • Esmagamento de tecidos
  • Espinhas
  • Estomatite
  • Faringites crônicas
  • Feridas de difícil cicatrização
  • Feridas escrofulosas
  • Gastrite
  • Gota
  • Hiperglicemia
  • Hipotensão arterial
  • Indigestão
  • Inflamação dos olhos
  • Inflamação na garganta
  • Manchas
  • Mordidas de serpente
  • Pele ressecada
  • Parasitas intestinais
  • Rachaduras na pele
  • Reumatismo
  • Rinite alérgica
  • Rouquidão
  • Sangramento depois de extração dentária
  • Sangramento pós-cirúrgico
  • Sardas
  • Tuberculose pulmonar
  • Úlcera
  • Varizes
  • Virose

Atenção: este post tem função de informar. Não substitui consulta e prescrições médicas. Plantas medicinais podem ter contraindicações e interações medicamentosas. Consulte sempre um naturopata ou fitoterapeuta e seu médico antes de começar qualquer tratamento.

As reações adversas mais comuns no consumo de Agrimônia são: vômito, náuseas, arritmia, hipotensão e parada cardíaca.

Agrimônia: propriedades medicinais

Confira a seguir as ações relacionadas à Agrimônia:

  • Adstringente
  • Analgésica
  • Ansiolítica
  • Antidiarreica
  • Anti-inflamatória
  • Antimicrobiana
  • Antivirótica
  • Calmante
  • Cicatrizante
  • Colagoga
  • Colerética (moderada)
  • Depurativa
  • Diurética
  • Emenagoga (moderada)
  • Hemostática local
  • Hipertensora
  • Hipoglicêmica
  • Relaxante
  • Resolutiva
  • Tônica
  • Vermífuga
  • Vulnerária

Para isso, ela conta com os seguintes princípios ativos: vitamina B; traços de óleo essencial e de alcaloides; taninos; saponinas; quercetina; provitamina K; fitosterina; eupatorina; elagitaninos; derivados loroglicinóis; agrimonolida; agrimonina; agrimondina; agrimofol; ácido ursólico; ácido salicílico.

Os benefícios terapêuticos da planta, seja para prevenir ou combater doenças, acontece por meio da utilização das folhas e/ou flores – em infusões, decocções ou cataplasma.

Um dos modos de preparo da infusão, descrito na internet, é adicionando 2 colheres de folhas de Agrimônia em 1 litro de água fervente. Depois de deixar descansar por 10 minutos, a infusão está pronta para ser coada e consumida.

A Agrimônia pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação. Embora seja relativamente fácil o acesso a esta e inúmeras ervas medicinais, é preciso considerar outros fatores antes de iniciar um tratamento.

O consumo do chá de Agrimônia, por exemplo, apesar de mostrar potencial no combate a inflamações e outras disfunções, ainda requer comprovação científica em humanos.

Cuide-se!

Até o próximo artigo…

Leave a Reply